mais sobre mim

Dezembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

novas ideias

Redes Sociais

Voltei

socrates, o cómico

Happiness

ALGO SE PASSA....

O meu Mapa Astral

igualdade de direitos ?!

Amor

THE BIG BANG

Dismorfia Corporal

Informatica no seu melhor

Sinais de estrada

blog da saude

Recordações

o Galo Machão

Obrigada pela surpresa

Manowar - Courage

Ser tuga é ....

Tampão

A FOTO DA SEMANA

ideias antigas

Dezembro 2009

Novembro 2009

Julho 2008

Maio 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

tags

sofia

sonhos

daniela

personalidades

sporting

22.06.2002

a carta do meu amor

a miss

abaixo o gil vicente

amo-te

ana

anedota

anjo

ante-estreia die hard

as diferenças...

as nossas placas ...

bébé

blog da saude

braço

brakffast at tifanny's - deep blue somet

todas as tags

leituras que aconselho

Desejo

Tatuagens estranhas...

história veridica-prof's ...

Gripe da Aves o 1º caso d...

palavras

still fighting

one more time

the emptiness that hurts

don't you see?

Fear

blogs SAPO
Segunda-feira, 17 de Dezembro de 2007

THE BIG BANG

 

 

Era o ano de 1998, mais precisamente, a Páscoa desse ano.

Era a primeira vez que eu entrava numa discoteca, daquelas enormes, a sério, cheias de gente!

tinha 13 anitos, apesar de grande, era apenas uma criança.

Estava eu tímida e muito envergonhada, na Discoteca ONU, a melhor da bimbalheira, e ....

Fez-se música!

 

e não sei porquê, ainda hoje é uma música que me faz bombar sem parar!
é aquela música, que ninguém quer que eu oiça quando estou a conduzir, ou quando estou bem disposta, porque, simplesmente, rebento!!!
É excelnete!
Dá-me imensa alegria e, sei lá, é um banho de água fria que me faz viver, quando tou em baixo, me desperta e me faz vibrar!
ADORO!!!!
oiçam, é excelente!
 
BJ enorme,
FM
I feel ....: HAPPY - ALivE
ruído de fundo: breakfast at tifanny's - deep blue something
Quinta-feira, 13 de Dezembro de 2007

Dismorfia Corporal

prevejo que este post será um tanto ou quanto controverso, porque será interpretado de várias maneiras, até ser compreendido como o assunto bastante sério e grave que é.

 

Até hoje, nunca tinha ouvido falar em Dismorfia Corporal, e acreditem que é um assunto ao qual eu dedicarei algum tempo, porque me suscita bastante interesse e quero perceber certas coisas.

Estava no meu zapping, pelos triliões de canais que tenho, mas que raramente vejo, até me ter deparado por algo que me despertou a curiosidade.

O programa estava intitulado como COMPLETE OBSESSION , e inicialmente até pensei 'mais um programa de dietas radicais'', até ter compreendido o que realmente se passava...

Era um documentário sobre um Senhor, actualmente com 53 anos de idade, culto, que queria amputar a perna direita, por cima do Joelho.

Inicialmente pensei, ''mais um louco a querer os 15 minutos de fama'', até que o seu discurso, perfeitamente plausível e eloquente me fizeram perceber que se tratava de uma doença!

A Dismorfia Corporal trata-se de sentirmos algo que não nos pertence, para este senhor, apesar de sentir, ter, usar a perna direita, ele achava que ela não pertencia ao seu corpo, que o seu corpo era deformado, que era desequilibrado, com aquela perna, apesar de perceber e compreender que era uma loucura , amputar um membro, perfeitamente saudável. Apesar de ele olhar para as pessoas e achar normal, todos terem 2 pernas, ele apenas achava que ele não devia ter aquela perna!

A primeira vez que sentiu que a sua perna estava a mais, foi aos 4 anos, e a partir dos 13 anos, começou a interessar-se pelo seu secreto desejo, e percorreu todos os especialistas possíveis, desde psicólogos , psiquiatras, pediatras, padres, ortopedistas, etc. , inicialmente disseram que tudo passaria com a idade, até ele ter chegado aos 45 anos e ter percebido que não iria passar.

Aprofundou as suas pesquisas, formou-se em psiquiatria, pensando que conseguiria compreender o seu problema, mas tudo em vão!

Tudo isto levou-me a alargar todo este conceito, até compreender o que se passava...

há mulheres (e homens) que fazem lipoesculturas , mamoplastias , liftings, rinoplastias , colocam implantes, fazem dietas, porque não se sentem bem com o seu corpo!

Indo um pouco mais longe, os transexuais, mudam completamente o seu corpo e por fim, o seu sexo.

São procedimentos que, aos poucos e poucos, se vão tornando comuns e aceites pela nossa sociedade.

Então e estas pessoas?

Pessoas que acham que uma perna, um braço, uma mão, um pé, elas sentem que aquilo simplesmente não lhes pertence!

Deverão poder fazer as amputações?

O único hospital no Mundo que as fazia, era no Reino Unido, e com toda a sua polémica, preferiu para com os procedimentos, apesar de só ter efectuado duas amputações.

Neste momento, as pessoas que padecem deste síndrome, bastante complexo e polémico, porque ainda não é conhecido, nem está muito desenvolvido, restam-lhe 4 hipóteses , ou se atiram por baixo de um carro, de um comboio, ou dão um tiro de caçadeira, ou simplesmente tentam viver com o membro 'que têm a mais'.

Isto porque ainda não apareceu ''médicos especializados não credenciados '' a fazer amputações em ''vãos de escadas'' como aparecerem cirurgiões plásticos e parteiras...

 

(às vezes também falo de coisas sérias...)

 

BJ

 

FM