mais sobre mim

Dezembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

novas ideias

Redes Sociais

Voltei

socrates, o cómico

Happiness

ALGO SE PASSA....

O meu Mapa Astral

igualdade de direitos ?!

Amor

THE BIG BANG

Dismorfia Corporal

Informatica no seu melhor

Sinais de estrada

blog da saude

Recordações

o Galo Machão

Obrigada pela surpresa

Manowar - Courage

Ser tuga é ....

Tampão

A FOTO DA SEMANA

ideias antigas

Dezembro 2009

Novembro 2009

Julho 2008

Maio 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

tags

sofia

sonhos

daniela

personalidades

sporting

22.06.2002

a carta do meu amor

a miss

abaixo o gil vicente

amo-te

ana

anedota

anjo

ante-estreia die hard

as diferenças...

as nossas placas ...

bébé

blog da saude

braço

brakffast at tifanny's - deep blue somet

todas as tags

leituras que aconselho

Desejo

Tatuagens estranhas...

história veridica-prof's ...

Gripe da Aves o 1º caso d...

palavras

still fighting

one more time

the emptiness that hurts

don't you see?

Fear

blogs SAPO
Quarta-feira, 21 de Fevereiro de 2007

a última noite

 
Última noite, tinha que ser inesquecível ... 
 
Fomos a uma loja de bebidas abastecermo-nos.
 
Jantámos todos juntos, a coisa boa destes hotéis feitos unicamente para viagem de finalistas, é que eles não verificam quem é quem, então na 2ª dia, o Edgar, o Palhota e outros que não estavam (tecnicamente) hospedados no nosso hotel, já lá estavam em pensam completa.
Foi uma festa, onde combinámos , eufóricos o que iríamos fazer.
Depois de jantar disse-lhe:
‘quero fazer a despedida com os meus colegas, faz o mesmo..’
 
Estávamos cerca de 20 num quarto minúsculo a beber, e a fazer brindes.
 
Eu tive que sair a meio, pensei que era melhor fazer a mala enquanto estava sóbria....
 
Quando já me estava a preparar para ir ter com o meu homem, começam a chegar as primeiras desgraças ao meu quarto.
 
1º foi a Patrícia , perdida de bêbada , saltava de cama em cama a fugir dos que a tentavam agarrar. Queria ir para a discoteca e foi!
 
Depois o Hugo bateu-me a porta, tinha o chinês já a cair...
O Tiko , que é um beto fantástico, super in , super beto, estava chocadíssimo pelo estado do chinês.
 
A Sofia também já estava toda podre, mas essa trancou-se no quarto.
 
Ora bem, estava eu e o Hugo, sóbrios, e dois completamente bêbados .
O chinês foi horrível .
Corremos o hotel atrás dele, tava completamente passado. Desde cabeçadas na parede, com toda a força, ao ponto de ficar incosnciente , atirar-se das escadas abaixo, etc...
 
O Tiko , convencemo-lo a ir vomitar, (esta imagem é linda) eles dois de joelhos com a cara na sanita. O  xinês dizia
- épa , mas esta merda não vem.
- Espera xinês , deve estar quase a passar – dizia o tiko , com sotaque de beto bêbado
- Mas quando? Estou farto de aqui estar!!!
- vem no comboio das 4h
- epa , vai gozar com os tomates, ainda nem onze horas são. Vou-me embora.!
 
E Com a mesma rapidez com que disse isso, atirou-se da varanda.
 
claro que eu me atirei logo a seguir a ele. (por muito estúpido que pareça, o efeito desenho animado é quase que inevitável nestas situações.)
A muito custo, e com a ajuda do Hugo , lá consegui puxa-lo para cima.
O tiko estava feito parvo a olhar.
 
A muito custo, o xinês foi dormir para o quarto.
 
Eu convenci o Tiko a deitar-se, foi tipo os bebes, tive que me deitar ao lado dele até ele adormecer. O Hugo saiu.
 
Passado 30 segundos batem outra vez à porta.
 
Era o Hugo, trazia o Filipe arrastado, tinha-o encontrado nas escadas do hotel deitado.
 
- Ok, deita-o na cama ao meu lado... disse.
- mas não te posso ajudar, O André está na rua e a Bia não pode com ele...
- Não te preocupes, eu arranjo-o...
Lá lhe tirei os ténis, o casaco, tirei-lhe o maço de tabaco do bolso, e tive que me sentar em cima dele, para lhe tirar as restantes coisas...
Estava eu a fazer de enfermeira quando ele me agarra os quadris e diz com aquela cara de bêbado :
- tava a ver que nunca mais te apanhava... e conforme disse isso, voltou a adormecer.
Eu desmanchei-me a rir!
O cheiro a álcool tinha infestado o quarto.
Lá consegui arrumar aquilo, pensei que ainda era cedo, o mais provável é que me aparecessem mais naquele estado.
Não me enganei. O Pontas foi o k se seguiu.
Fui à varanda, acendi um cigarro e pensei ka puta da noite, dasse !'
Deitei-me, rezei para que não batessem mais à minha porta. Assim que fecho os olhos, lá esta outra vez gente à minha porta...
Era o Edgar.
- atão Sargentão , já cá estás? Pensei que quisesses curtir a última noite...
- achas? Na tropics só se fala que que o teu quarto parece uma enfermaria, e que tu és a enfermeira de serviço, achas que eu te deixava cá sozinha??? Nem penses! És minha. Não te vou perder...
Eu desmanchei-me a rir na cara dele. A única coisa que consegui pronunciar foi
- Então e hoje na tenho direito a rosa??
- Estás a gozar comigo??? Eu estou a falar a sério!!!
- Edgar, entra... – Entrou como se não conhecesse o quarto, como se fosse a primeira vez que ali estava...
Acendi a luz e mostrei-lhe
- Aqui no divã, tens o Tiko agarrado ao Pontas. Ali na cama ao lado da minha está o Filipe.
- Anda, vens dormir ao meu apartamento.
- Não. Amanhã temos que acordar muito cedo, e eles vão precisar de ajuda para fazer as malas.
- é a nossa última noite, quero passa-la ao teu lado.
- Mas nós dormimos juntos todos os dias Edgar, podes cá dormir hoje também.
- Não, hoje não quero ser o teu amigo; não quero dormir como temos dormido.
- Desculpa, mas mesmo que estivéssemos toda a noite sozinhos, com o quarto cheio de rosas, nada mais iria acontecer.
Seguiu-se um beijo...
E uma noite bem especial.
Adormeci no peito dele, acordavamos quando o outro se mexia.
Foi uma noite apaixonada sem a paixão ter acontecido...
  
- Amor, vou embora, venho cá buscar-te, porque não podes perder esta camioneta.
 
Acordei estremunhada... - o que é que disseste???
- Eu venho cá buscar-te 1 hora antes, para ter a certeza que não adormeces...
- Não! Antes disso?
- Lolita ?
- Não, tu não me chamaste isso...
- Pois não, agora dorme mais um pouco princesa, adoro-te!
 
Quando a porta do quarto bateu, o Pontas e o Tiko saltaram para a minha cama.
Eu já não consegui dormir mais, fui para a varanda, ver o nascer do sol, embrulhada no cobertor que tinha testemunhado toda aquela semana, aquele cobertor que tinha o nosso cheiro...
Levantei-me da cadeira tentando alcançar o cinzeiro, reparei nas rosas... E sem que nada prevesse, apareceu-me um flash de imagens...
Sorri, e disse baixinho - porque não?
BJ
 
FM
 
I feel ....: nostálgica
Quinta-feira, 15 de Fevereiro de 2007

uma semana inesquecivel

 
Os dias eram passados entre a praia, a piscina, e uma ou outra volta pela cidade... As noites, essas já nem precisávamos de combinar...
Encontrámo-nos na discoteca, saímos juntos. Desta vez o destino foi o meu quarto de hotel... Ficámos na varanda, a ver a Lua, a conversar... cigarro atrás de cigarro, beijo atrás de beijo, as horas iam voando. Passado umas horas, a Patrícia e o Palhota chegaram, ainda ficámos na varanda, mas resolvemos que eles podiam lá dormir....
Percebi que as raparigas estavam a chegar, achei que era a altura certa para lhes pregar um enorme susto.
Então no meio do escuro, passando por cima das enumeras pernas que se amontoavam naqueles colchões, consegui alcançar o divã encostado à parede.
Comecei a saltar e a gemer, como se de uma noite de loucura se tratasse.
Elas calaram-se.
-  O si cariño , metelo , metelo fuerte !! si, metelo hasta que lo puedas , si non me vengo ... ombrezito ... dame tu coño ...
O Edgar percebeu, e foi para o meu lado, saltar, gritar, o Palhota e a Patricia juntaram-se a nós...
Quando elas menos esperavam, eu abri a porta do quarto. E claro, foram apanhadas!
 
Dormimos juntos. Mas de manhã saímos, eu e a Patrícia fomos fazer o que eles tinha feito o dia anterior, fomos passar o dia ao Port Aventura.
Encontrámos o Fadista (não me lembro do nome do rapaz). Era gordinho, era da turma do palhota e do Edgar, estava no quarto quase em frente ao meu  e estava rouco, aliás, passou a viagem toda rouco!
 
Nessa noite, fomos Jantar a um castelo, mais uma vez, eu e a Patrícia ficamos afastadas do resto da turma, mas conhecemos dois rapazitos alentejanos , muito simpáticos . Já para não falar na garrafa de Vinho Rosé, que era fantástico.
Não me lembro como fui para o quarto, mas lembro-me de ser acordada pela Patrícia , a dizer que o Edgar estava à porta, à minha espera, com uma rosa.
 
Acordei no chão, entre o Edgar e o Fadista.
 
E assim se passou uma semana... entre rosas, brincadeiras, muita curtição... Adorei!
 
BJ
 
 
FM
 
I feel ....: nostálgica
ruído de fundo: Candy shop - 50 cent